Header Ads

Mangá vs Anime: Koi to Uso - Como continua? Por onde eu começo a ler?




O anime de Koi to Uso terminou dia 19 de setembro. Foi “quase” fiel ao mangá, tivemos umas mudanças em alguns acontecimentos e a exclusão de outros. Ao conversar com alguns amigos(as) que também leem o mangá, é de concordância unânime que o mangá é superior ao anime (sério, vejam as notas dos reviews no MAL do anime e do mangá). Claro que não seria muito justo criticar o anime visto que seu final seria aberto mesmo que seguisse a obra original.




O mangá, apesar de até o momento possuir 136 capítulos traduzidos permite uma leitura rápida e dinâmica por conta do número de páginas. Cada capítulo possui em média 10 páginas e ao longo da história temos alguns especiais, além do capítulo 00 (one-shot que conta a história dos pais do Nisaka). A arte é parecida com a do anime e por isso não deixa a desejar. Mas a questão é: o que mudou e por onde começar?




Pois bem, o anime adaptou até o capítulo 118. Porém, eu realmente recomendo a leitura completa pois as diferenças entre ambos é importante. Certas cenas do mangá que foram excluídas do anime são vitais para entender melhor todos os personagens. Sim, o anime falhou ao não mostrar certas cenas ou até mesmo em trocar a ordem delas. A maior mudança entre ambos situa-se a partir da peça de Romeu e Julieta. Dessa parte em diante a ordem dos acontecimentos muda consideravelmente. Fora tudo isso, a parte final do último episódio sequer existe no original.





Antes disso, tivemos outras mudanças relativamente importantes. No terceiro episódio, por exemplo, quando Lilina pede para que Misaki e Nejima se beijem na sua frente, Yukari acaba arregando, coisa que não ocorre no mangá, pois lá o beijo acontece. Aliás, ao reler o mangá, tive a forte impressão de que a Misaki foi ignorada no anime. Digo isso pois o mangá mostra e fala sobre sua família, além de momentos onde podemos entender um pouco mais sobre seu pensamento (ainda que não exista pistas muito relevantes sobre sua grande mentira).



Podemos concluir que apesar do anime ter sido satisfatório, passou longe de ser fiel. Pode-se dizer que ele pegou os principais acontecimentos, mudou sua ordem e excluiu informações relativamente importantes sobre Misaki e algumas outras sobre Nisaka. Infelizmente, para ter uma nova temporada (se realmente tiver) vai demorar, afinal, a falta de material torna essa possibilidade inviável no momento. E bom, eu irei parar por aqui mesmo, afinal, se eu contar tudo o que ocorre depois do anime não teria graça, não é mesmo?


Espero vocês na próxima!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.