Header Ads

Indicação - Tate noYuusha no Nariagari - Quando o que resta é o ódio, a vingança e a insegurança




Tate no Yuusha é mais uma dessas obras com o tema isekai (protagonista morre e renasce num novo mundo), assim como Re: Zero e Knight's & Magic que tiveram anime recentemente. Mas é claro que apesar de ter esse tema em comum, Tate no Yuusha é uma obra um pouco diferente das outras desse novo gênero. Geralmente temos protagonistas amados, extremamente fortes e que se tornam heróis com uma facilidade estranhamente grande. Nesse caso, temos algo completamente diferente, assim como mostra o título.




Em Tate no Yuusha, o protagonista chama-se Iwatani Naofumi e é um universitário que acaba sendo invocado enquanto lia um livro de fantasia que contava uma história sobre 4 heróis. Esse livro pertencente a uma biblioteca comum tinha um porém, a página onde falava sobre um dos heróis estava em branco. A história do livro contava que cada herói tinha uma arma principal diferente e que definia qual era o “nome” do herói; os heróis presentes eram o: da espada, da lança, do arco e o do escudo. A página em branco era do herói do escudo e é aí que a história começa.




Naofumi percebe que após ser invocado, encontra-se num castelo junto com outros 3 caras. Sua nova situação? Ele é escolhido pelo destino como o herói do escudo e junto com seus “companheiros”, deve salvar aquele mundo das catástrofes iminentes que trarão o fim da humanidade. E é claro que se fosse apenas isso seria ótimo, afinal, de cara ele tem apoio da coroa, recebe patrocínio e pessoas que o ajudam a evoluir afim de ter força o suficiente para cumprir sua função.




Infelizmente as coisas acabam não saindo como esperado e Naofumi se encontra numa situação desesperadora. Perdeu tudo que tinha recebido do Rei, acaba sendo odiado pelo povo e visto como um criminoso, tudo isso fruto de uma armação por parte de pessoas mal intencionadas. E o que resta? Bom, acho que nós já sabemos, não é mesmo? Mas a história não para por aí e o que realmente a torna interessante é a evolução de Naofumi.




Novos personagens irão aparecer, muitas situações boas e ruins acontecerão, ele irá aprender e evoluir com cada uma delas. Ver sua evolução é algo muito interessante por conta de tudo o que acontece e as influências que causam essas mudanças também. Uma coisa é certa: nem Naofumi e muito menos aqueles que o prejudicaram são “santos”, mas ver a justiça sendo feita nessa obra é algo extremamente gratificante.



Por fim, não podemos esquecer que a obra teve sua adaptação para anime anunciada para o ano que vem. Caso queriam ler mais sobre, a obra possui uma versão mangá (30 capítulos em português e 8 desses volumes podem ser adquiridos pela Amazon), light novel com 17 volumes (9 deles dá para adquirir pela Amazon) e a web novel que já acabou e está disponível em português (li uns spoilers e particularmente não gostei tanto do final), mas saiba que a partir do volume 4/5 a história da light novel e da web novel divergem em vários aspectos.
Os gêneros são: fantasia, drama e seinen. O estúdio que irá adaptar a obra é o mesmo do belíssimo Made in Abyss e o cômico Barakamon. Até a próxima!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.